Rússia exige territórios ucranianos para negociar paz.

Date:

Compartilhe:

Enquanto a guerra na Ucrânia continua sem trégua, Vladimir Putin apresentou suas condições para negociar a paz: a retirada das tropas ucranianas de quatro regiões ocupadas pela Rússia e a desistência de Kiev em aderir à OTAN. Porém, as exigências russas foram imediatamente rejeitadas pelo presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, e pelos aliados ocidentais.

Principais Destaques

Putin condiciona a paz na Ucrânia à entrega de territórios
Zelenski rejeita proposta do líder russo e compara-o a Hitler
EUA e OTAN repudiam as condições de cessar-fogo impostas por Moscou

As Exigências de Putin para a Paz

Nesta sexta-feira (14/6), o presidente russo, Vladimir Putin, apresentou suas condições para encerrar a guerra na Ucrânia. Segundo ele, as tropas ucranianas precisam ser completamente retiradas das regiões de Donetsk, Luhansk, Kherson e Zaporíjia, áreas que foram anexadas por Moscou em setembro de 2022.

Além disso, Putin exigiu que Kiev desista de aderir à Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e que todas as sanções financeiras impostas pelo Ocidente sejam extintas. Lembro que essas sanções foram intensificadas recentemente, quando o G7 decidiu usar os juros de fundos russos congelados como garantia para um empréstimo de US$ 50 bilhões (R$ 268,4 bilhões) à Ucrânia.

A Reação de Zelenski e dos Aliados Ocidentais

Falando a uma emissora de TV italiana, Zelenski disse não acreditar que Putin vá parar a guerra, mesmo se a Ucrânia atendesse às suas demandas. Ele comparou o “ultimato” do líder russo às ações de Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial, chamando-as de “mentiras”.

O conselheiro de Zelenski, Mykhailo Podolyak, reagiu à proposta chamando-a de “ofensiva ao senso comum” e “uma completa farsa”. Segundo ele, não é uma tentativa séria de negociar a paz e é irrelevante para qualquer negociação.

Os Estados Unidos e a OTAN também rejeitaram a proposta de cessar-fogo de Putin. Para o presidente da OTAN, Jens Stoltenberg, ela não foi feita “de boa-fé”, já que Moscou espera “que os ucranianos desistam de significativamente mais terras do que a Rússia conseguiu ocupar até agora”.

Ucrânia Apresentará Plano de Paz

Enquanto isso, Zelenski tem um plano de paz de dez pontos que prevê a retirada total de tropas russas do território ucraniano, inclusive da Crimeia, anexada por Moscou em 2014. O plano também prevê a criação de um tribunal especial para a investigação de crimes de guerra.

Esse plano deve ser apresentado em uma conferência para a paz a ser realizada neste fim de semana na Suíça, da qual Putin não foi convidado. No evento, serão analisadas soluções para o fim do conflito na Ucrânia, com a presença de mais de 90 países.

Conclusão

Apesar das exigências de Putin e da rejeição imediata de Zelenski e dos aliados ocidentais, a busca por uma solução diplomática para encerrar a guerra na Ucrânia continua. No entanto, as posições de ambos os lados parecem inconciliáveis no momento, o que pode levar a um prolongamento do conflito armado.

Rússia exige territórios ucranianos para negociar paz.
Source: metrópolis.com.br


Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.

Artigos relacionados

A amarga traição de Tom que perturbará Vênus em Família.

Preparada para uma reviravolta dramática na novela "Família É Tudo"? Tom, interpretado por Renato Góes, está prestes a...

Solução eficaz para o problema da tela azul: Reiniciar a VM do Windows até 15 vezes.

Ei amigos, você já passou por aquele temido problema da 'tela azul' no seu computador Windows? Pois bem,...

Evite esses 13 erros e aproveite sua viagem sem dor de cabeça.

Viaje sem estresse e aproveite ao máximo suas férias! Evite erros comuns que podem estragar sua experiência e...

Starlink busca ampliar sua rede de satélites no Brasil.

A Starlink, a operadora de internet por satélite fundada por Elon Musk, está determinada a expandir sua presença...