Título: O governo argentino denuncia ataque violento durante votação do Megaprojeto no Senado.

Date:

Compartilhe:

A Argentina enfrentou uma tentativa violenta de derrubar a votação de um megaprojeto crucial no Senado, com o governo de Javier Milei denunciando um “golpe de Estado” orquestrado por “grupos terroristas”.

3 Principais Destaques:

  • Protestos violentos eclodiram durante a votação do “Megaprojeto” no Senado argentino, com manifestantes usando paus, pedras e até granadas, de acordo com o governo.
  • O governo de Javier Milei acusou “grupos terroristas” de tentarem um “golpe de Estado” contra o processo democrático, elogiando as Forças de Segurança por conterem os manifestantes.
  • O polêmico “Megaprojeto” de 232 artigos foi aprovado em votação apertada no Senado, com a vice-presidente desempatando a favor, e agora volta para a Câmara devido a emendas.

A atmosfera era tensa em Buenos Aires enquanto os senadores argentinos analisavam o controverso “Megaprojeto”, uma ampla legislação que altera questões energéticas, econômicas e muito mais. Com 232 artigos, o projeto é visto como uma pedra angular das políticas do novo governo de Javier Milei.

No entanto, a votação foi interrompida por protestos violentos do lado de fora do Congresso Nacional. De acordo com o governo, “grupos terroristas” tentaram um “golpe de Estado” usando “paus, pedras e até granadas” contra as autoridades. Eles elogiaram as Forças de Segurança por conterem os manifestantes.

Confrontos Violentos

A ministra da Segurança, Patricia Bullrich, usou as redes sociais para prometer que os responsáveis “pagariam um a um” pelos danos causados, incluindo um veículo incendiado da emissora Cadena 3. Ela revelou que vários manifestantes foram presos e prometeu punição severa.

Votação Apertada

Apesar dos tumultos, a sessão prosseguiu, e a votação terminou empatada em 36 votos para cada lado. Coube à vice-presidente Victoria Villaruel desempatar, aprovando o “Megaprojeto”. No entanto, como emendas foram feitas, o projeto precisa voltar para a Câmara dos Deputados.

Do meu ponto de vista pessoal, embora os protestos violentos sejam condenáveis, é compreensível que uma legislação tão abrangente e impactante gere paixões acirradas. O “Megaprojeto” pode mudar o rumo da Argentina, para o bem ou para o mal, então ambos os lados estão lutando ferozmente por suas convicções.

Conclusão

A aprovação do polêmico “Megaprojeto” no Senado argentino foi ensombrada por cenas de violência nas ruas, com o governo de Milei denunciando uma tentativa de “golpe de Estado” por “grupos terroristas”. À medida que o projeto segue para a Câmara, a nação permanece dividida sobre o rumo a seguir.

Título: O governo argentino denuncia ataque violento durante votação do Megaprojeto no Senado.
Source: metrópolis.com.br


Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.

Artigos relacionados

A amarga traição de Tom que perturbará Vênus em Família.

Preparada para uma reviravolta dramática na novela "Família É Tudo"? Tom, interpretado por Renato Góes, está prestes a...

Solução eficaz para o problema da tela azul: Reiniciar a VM do Windows até 15 vezes.

Ei amigos, você já passou por aquele temido problema da 'tela azul' no seu computador Windows? Pois bem,...

Evite esses 13 erros e aproveite sua viagem sem dor de cabeça.

Viaje sem estresse e aproveite ao máximo suas férias! Evite erros comuns que podem estragar sua experiência e...

Starlink busca ampliar sua rede de satélites no Brasil.

A Starlink, a operadora de internet por satélite fundada por Elon Musk, está determinada a expandir sua presença...