Por que apenas o iPhone 15 Pro terá IA, segundo a Apple.

Date:

Compartilhe:

Em uma reviravolta inesperada, a Apple decidiu limitar a capacidade de inteligência artificial (IA) do iPhone 15 somente aos modelos Pro e Pro Max. Essa decisão controversa deixou muitos usuários confusos e desapontados, alimentando especulações sobre as verdadeiras motivações por trás dessa mudança.

Principais destaques:

  • A Apple cita razões técnicas, afirmando que chips menos potentes não conseguiriam executar tarefas de IA com velocidade satisfatória, tornando-as inúteis.
  • A empresa nega veementemente qualquer “esquema” para forçar a venda de iPhones mais novos e caros, alegando que, caso contrário, também restringiria a IA em Macs e iPads mais antigos.
  • Críticos acusam a Apple de criar uma segregação artificial entre os modelos Pro e não-Pro, visando impulsionar as vendas dos dispositivos mais premium.

Imagine a seguinte situação: você está animado para atualizar seu iPhone e aproveitar os recursos de ponta promovidos pela Apple, incluindo a tão aguardada inteligência artificial (IA). No entanto, para sua decepção, você descobre que apenas os modelos iPhone 15 Pro e Pro Max terão acesso a essa tecnologia revolucionária. É como se a Apple estivesse brincando com seus sentimentos, criando uma divisão artificial entre os modelos “comuns” e os “premium”.

Eu entendo sua frustração. Afinal, não é justo que uma empresa bilionária como a Apple reserve recursos tão empolgantes apenas para aqueles que podem pagar um preço premium? Essa decisão deixa um gosto amargo na boca de muitos consumidores fiéis, que se sentem enganados e desvalorizados.

A justificativa da Apple

Claro, a Apple não ficou calada diante das críticas. Em uma entrevista na WWDC 2024, executivos de alto escalão da empresa apresentaram suas explicações. John Giannandrea, o chefe de IA, argumentou que chips menos potentes que o A17 Pro (presente apenas nos modelos Pro e Pro Max) não conseguiriam executar as tarefas de IA com uma velocidade satisfatória, tornando as ferramentas “inúteis para o usuário”.

Craig Federighi, o chefe de software, também defendeu a decisão, alegando que a empresa sempre tenta levar novos recursos para os aparelhos mais antigos possíveis. No entanto, ele argumenta que rodar modelos de IA deste tipo em iPhones é “extraordinário”, exigindo muito do hardware.

Um “esquema” para vender iPhones novos?

Muitos consumidores desconfiados imediatamente acusaram a Apple de estar criando um “esquema” para forçar a venda de iPhones mais novos e caros. No entanto, Greg Joswiak, chefe de marketing da Apple, rechaçou essa ideia veementemente. “Se fosse isso, nós seríamos espertos e colocaríamos [a Apple Intelligence] apenas nos Macs e iPads mais recentes também”, argumentou ele.

De fato, a Apple anunciou que todos os dispositivos com chip M1 ou superior, incluindo Macs e iPads, receberão a Apple Intelligence. Isso parece contradizer a alegação de que a empresa está simplesmente tentando vender mais iPhones caros.

A verdade por trás das cortinas

Então, o que está realmente acontecendo aqui? É difícil ignorar as vozes críticas que acusam a Apple de criar uma segregação artificial entre os modelos Pro e não-Pro, visando impulsionar as vendas dos dispositivos mais premium. Afinal, a empresa é conhecida por suas estratégias de marketing brilhantes e sua habilidade em criar um desejo intenso pelos seus produtos.

Independentemente das justificativas técnicas apresentadas, a decisão de limitar a IA aos modelos Pro e Pro Max certamente causará divisão entre os consumidores. Alguns sentirão que estão sendo privados de recursos importantes, enquanto outros abraçarão a oportunidade de ostentar o status de possuir um dispositivo “premium”.

Conclusão

No final das contas, cabe a cada consumidor decidir se vale a pena investir em um iPhone 15 Pro ou Pro Max apenas para desfrutar dos recursos de IA. A Apple pode argumentar que está simplesmente protegendo a experiência do usuário, mas é difícil não questionar se há motivações financeiras por trás dessa decisão. Como consumidores, devemos permanecer vigilantes e exigir transparência das empresas, mesmo quando se trata de gigantes como a Apple.

Por que apenas o iPhone 15 Pro terá IA, segundo a Apple.
Source: tecnoblog.net


Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.

Artigos relacionados

Marcelo e Zélia planejam acabar com casamento de Artur.

Marcelo e Zélia têm um plano audacioso para acabar com o casamento de Artur, o que pode causar...

Turista morre em acidente com lancha no Rio Araguaia.

Uma tragédia marcou as férias de uma família no Rio Araguaia. Uma turista de 61 anos morreu afogada...

Empresas usaram vídeos do YouTube para treinar IA sem permissão.

Ás grandes empresas de tecnologia estão usando vídeos do YouTube sem permissão para treinar seus sistemas de inteligência...

Chicharito brilha com assistência em triunfo do Chivas na Liga MX.

Chicharito, o astro mexicano do Chivas, voltou a brilhar com uma excelente assistência que garantiu a vitória de...