Google cancela YouTube Premium de usuários que usaram VPN para pagar menos.

Date:

Compartilhe:

O Google está cancelando assinaturas do YouTube Premium de usuários que utilizaram VPNs para assinar o serviço em países com preços mais baixos. Esta medida visa combater uma prática conhecida que permitia economizar até 90% no custo mensal.

**3 Principais Pontos-Chave:**

  • Usuários relatam cancelamento de assinaturas após uso de VPN para aproveitar preços mais baixos em outras moedas.
  • O Google implementou sistemas para determinar o país do usuário e exigir que as informações de cobrança sejam atualizadas.
  • A plataforma de vídeos está determinada a acabar com brechas para evitar anúncios, combatendo VPNs, bloqueadores de anúncios e apps não oficiais.

Google Cancela YouTube Premium de Usuários que Usaram VPN para Pagar Menos

Parece que os dias de aproveitar o YouTube Premium com preços mais baixos usando VPNs estão chegando ao fim. De acordo com relatos no Reddit, o Google está cancelando assinaturas feitas por meio dessa prática.

O truque era bem conhecido por alguns usuários: ao simular uma conexão em um país onde o serviço é mais barato, como Argentina ou Índia, era possível assinar o YouTube Premium pagando muito menos do que o valor oficial cobrado no Brasil ou Estados Unidos. A diferença podia chegar a impressionantes 90% do preço regular.

Eu mesmo conhecia pessoas que faziam isso, mas sempre achei arriscado. Afinal, ao burlar o sistema de precificação regional do Google, você inevitavelmente estaria violando os termos de uso do serviço. E como diz o velho ditado, “quem com ferro fere, com ferro será ferido”.

Google Passa a Exigir Dados de Cobrança do País de Residência

No subreddit r/youtube, relatos começaram a surgir há três dias de usuários recebendo emails do Google informando que suas assinaturas haviam sido canceladas e os benefícios seriam removidos no fim do ciclo de pagamento atual.

Em resposta ao site Tecnoblog, o Google confirmou a implementação de “sistemas para determinar o país de nossos usuários” e a exigência de que os dados de cobrança sejam compatíveis com o país de residência. Ou seja, adeus à putativa vantagem da VPN.

Um usuário do Reino Unido relata que, ao entrar em contato com o suporte, foi informado que sua assinatura foi cancelada pois o sistema detectou que ele havia “se mudado” para outro país. Para reativá-la, seria necessário fornecer um cartão de crédito válido do Reino Unido e um endereço residencial daquele país.

Tabela de Conteúdo

| YouTube em Guerra Contra Anúncios | Comentários da Comunidade |
|—-|—-|
| A principal vantagem do YouTube Premium é não exibir propagandas. Porém, a plataforma está determinada a combater outras formas de evitar anúncios, como bloqueadores e apps não oficiais. | Os comentários variam entre críticas aos altos preços das assinaturas e sugestões de alternativas legais, como dividir assinaturas com planos família. Alguns usuários relatam receio de que outras práticas venham a ser barradas no futuro. |

Determinação em Eliminar Brechas para Anúncios

Google cancela YouTube Premium de usuários que usaram VPN para pagar menos.
Source: tecnoblog.net

A verdade é que o Google tem todos os motivos para querer acabar com as brechas que permitem driblar os anúncios no YouTube. Afinal, a plataforma depende fortemente dessa receita publicitária para se manter.

Além de barrar o uso de VPNs para obter preços mais baixos, a empresa também vem atuando contra outras táticas populares, como o bloqueio de anúncios por extensões e aplicativos não oficiais que modificam a experiência do YouTube.

Um exemplo recente é o Revanced, um aplicativo mod que bloqueia anúncios, permite reprodução em segundo plano, habilita o modo PiP e outras funcionalidades não disponíveis na versão oficial. O Google já anunciou que está trabalhando para derrubar essas modificações não autorizadas.

No fim das contas, é compreensível que a empresa queira monetizar ao máximo seu principal produto. Mas talvez seja necessário repensar as estratégias, já que a insatisfação dos usuários com a publicidade excessiva e os preços altos dos serviços premium é o que leva a essas brechas populares.

Conclusão

O cancelamento de assinaturas do YouTube Premium feitas por VPN é apenas mais um capítulo na batalha contínua entre as plataformas de streaming e os usuários em busca de melhores preços ou experiências sem anúncios. Embora possa ser tentador explorar brechas, é importante lembrar que elas representam uma violação dos termos de uso.

No final, cabe a cada um avaliar se vale a pena assumir os riscos de ter sua assinatura cancelada ou, pior, sua conta fechada. Afinal, perder anos de histórico, inscrições e progresso no YouTube por uma economia relativamente pequena não parece um bom negócio.


Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.

Artigos relacionados

Marcelo e Zélia planejam acabar com casamento de Artur.

Marcelo e Zélia têm um plano audacioso para acabar com o casamento de Artur, o que pode causar...

Turista morre em acidente com lancha no Rio Araguaia.

Uma tragédia marcou as férias de uma família no Rio Araguaia. Uma turista de 61 anos morreu afogada...

Empresas usaram vídeos do YouTube para treinar IA sem permissão.

Ás grandes empresas de tecnologia estão usando vídeos do YouTube sem permissão para treinar seus sistemas de inteligência...

Chicharito brilha com assistência em triunfo do Chivas na Liga MX.

Chicharito, o astro mexicano do Chivas, voltou a brilhar com uma excelente assistência que garantiu a vitória de...